The viaLibri website requires cookies to work properly. You can find more information in our Terms of Service and Privacy Policy.

Recently found by viaLibri....

MANUSCRITO. REGULA FRATRUM REGULArium Ordinis dominini nostri Iesu Christi, ex magna Regula gloriosi patris Benedicti desumpta.
- [Regra dos Monges da Ordem de Cristo, extraída e baseda na Magna Ordem de S. Bento, manuscrita em pergaminho do final do século xv ou inicio do século xvi] In 4.º 24x17 cm. Com [ii], 48, [vi] fólios. Encadernação da época inteira de pele sobre tábuas de madeira com ferros (florão e cercadura) a ouro em ambas as pastas, cansadas, e com fechos metálicos. Ilustrado com capitulares e algumas passagens redigidas a vermelho. Os últimos 6 fólios sem numeração apresentam uma "tabella temporia litterarii Martyrologii" e um cerimonial com as indicações em português e as orações e cantos em latim. Manuscrito português do final do século XVI, redigido em latim sobre pergaminho, posterior à "desmilitarização" da ordem no ano de 1529, "quando a comunidade viria a sofrer uma reforma imposta pela Coroa, que encarregou (1529) o antigo provincial dos Jerónimos, Frei António de Lisboa, de fazer respeitar a observância da Regra de Calatravra. O Prior e os freires, que se tinham oposto ao projecto, foram colocados em igrejas da Ordem, sendo substituídos por 12 noviços (1532), que se sujeitaram a uma regra reformada, e obrigados a viver como monges de clausura" [Vasconcelos e Sousa, Ordens Religiosas em Portugal das origens a Trento, pag. 499]. Concordante com a leitura do final da introdução epistolar do documento: "omniaque verba qua a nobis latine sunt reddita, consona esse ijsdim qua in vulgari sermone à frate Alfonso Provinciali Jeronimiano, et nuper ex decreto summi Pontifiis Gregorii XIII, confirmata sunt.": 'todas as palavras em latim são traduzidas por nós em linguagem vulgar de acordo com o Irmão Afonso e Provincial da Ordem dos Jerónimos, e confirmadas por decreto do Sumo Pontífice Gregório XIII.' [Papa desde 1572 até à data da sua morte]. Contém, pela mesma mão do texto, notas marginais manuscritas remetendo esta regra resumida para a Grande Regra (Magna Regula) de São Bento. Apresenta manuseamento e notas coevas de diferentes mãos. Contém uma "Forma Absolutionis" manuscrita nas folhas de guarda com cariz apócrifo, e a introdução epistolar "Obsernatissimis fratribus, ordinis domini nostri Iesu Christi", ou dedicação, redigida nas primeiros 2 fólios numerados, contextualizando a razão pela qual foi executado este documento: "Illud etiam Observatione dignu duxi: mi hoc nomime (Prior nimirum) usu fuisse, quod omnibus (quib uis ordine praeficiuntur) communius vidi batur: licit in Conventu Tomeriensi, cum consuetudini cum etiam statutis". ORDEM DE CRISTO: Fundada pela Bula Ad ea ex quibus de João XXIII (14-3-1319) em resultado de uma longa negociação sobre o destino dos bens do Templo (Templários) em Portugal. Tendo-se evitado, em 1312, quando se extinguiu a Ordem do Templo, que os seus bens na Península fossem entregues aos Hospitalários, o monarca português insistiu (1313-1318) no vínculo dos Templários ao serviço do rei à defesa do reino. Talvez influenciado pela solução encontrada em Aragão, com a criação da Ordem de Montesa, optou por suplicar (1318) a criação de uma nova milícia de Cristo, sediada em Castro Marim junto à fronteira marítima com as terras dos mouros. Com recurso às novas soluções técnicas trazidas da Palestina, ergueu-se em Tomar o castelo (1160-1171), por certo pensado para albergar o convento da Ordem. Foi construída uma igreja poligonal, a charola, que seguia de perto a igreja do Santo Sepulcro. Igreja dotada de um selo próprio (1181) e por vezes citada como o mosteiro da Ordem (1209) devia hospedar uma comunidade numerosa, ainda que não se conheça a sua dimensão efectiva. Talvez não andasse longe de 30 professos, como mais tarde sucederia com o convento da Ordem de Cristo. Regra de S. Bento, abreviada, adaptada e acrescentada a partir da Regra Maior, conforme título no terceiro fólio: 'REGULA FRATRUM REGULArium Ordinis dominini nostri Iesu Christi, ex magna Regula gloriosi patris Benedicti desumpta': Regra dos Freires Regulares da Ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo resumida da Grande Regra do glorioso padre São Bento [Attributes: Hard Cover]
      [Bookseller: Livraria Castro e Silva]
Last Found On: 2018-02-01           Check availability:      IberLibro    

LINK TO THIS PAGE: www.vialibri.net/years/items/34933642/1529-manuscrito-regula-fratrum-regularium-ordinis-dominini

Browse more rare books from the year 1529


      Home     Wants Manager     Library Search     562 Years   Links     Contact      Search Help      Terms of Service      Privacy     


Copyright © 2018 viaLibri™ Limited. All rights reserved.